Como as informações de produtos podem impulsionar a experiência do consumidor

Experiência

Engana-se quem acredita que as compras de hoje são feitas exatamente como aconteciam há dez anos. O consumidor desta nova geração quer comprar tudo e em qualquer lugar. Independente de tempo e espaço. Criou-se uma necessidade em estar em todos ambientes para que este cliente não se perca. Entretanto, o que acontece na maior parte dos casos é que as empresas não se preocupam com a experiência deste usuário.

Ter um produto ou serviço de qualidade não é suficiente se você não sabe como vende-lo às pessoas e não se preocupa em fazer com que elas sintam a necessidade em ter o que você oferece. É muito importante que você possa oferecer uma experiência completa, integrada e consistente, independente do canal ou dispositivo que ela for feita, o que chamamos de experiência omnichannel – algo que as empresas ainda veem com muita dificuldade, especialmente no Brasil.

Um dos principais problemas das organizações latino-americanas é não dar todas as informações que o usuário busca. Não esconda ou tente omitir informações para o seu usuário, porque elas podem ser descobertas facilmente com uma simples pesquisa. Não se esqueça que hoje, o consumidor tem o poder em suas mãos na hora de realizar uma compra, portanto, uma busca na internet que prove o contrário do que você vende, já é suficiente para que sua empresa perca a credibilidade e, com isso, um cliente em potencial.

As informações são o seu principal trunfo na hora de vender um produto ou serviço, então sua empresa precisa se certificar de que tudo esteja muito claro e o mais importante, de fácil entendimento. A peça-chave é centrar sua visão no cliente, e não mais no canal. Use o máximo de informações que você possui – os dados – para fazer com que o seu consumidor se sinta atraído pelo que você vende. Mantenha-o informado e interessado pela sua empresa.

Centralize os dados, que estão fragmentados em diferentes setores da sua organização, e certifique-se de que eles possam ser facilmente encontrados pela equipe estratégica. Se a sua empresa ainda não é multicanal, é hora de rever alguns conceitos.

Quer saber mais sobre o assunto? Nosso e-book pode te ajudar. Baixe-o clicando aqui.

Comments